Direitos da pessoa com deficiência é debatido em Queimados

QUEIMADOS - A Prefeitura de Queimados realizou nesta sexta-feira (01) uma audiência pública para discutir os direitos da pessoa com deficiência. Com presença de autoridades estaduais e municipais, mais de 100 pessoas debateram sobre a temática da necessidade de que as leis já aprovadas sejam respeitadas e praticadas. O evento é o pontapé inicial para que as práticas adotadas no município sejam transformadas em lei. A audiência foi toda traduzida através de interpretação de libras.

A coordenadora da pasta da pessoa com deficiência de Queimados, Sirlene Marquiori, ressaltou que a audiência tem o objetivo de ser concretizada. “Estamos nos reunindo aqui hoje para discutirmos todos os direitos da pessoa com deficiência no nosso município. Nosso foco é que tudo que acontece hoje como boa vontade dos governantes se transforme em lei para que o benefício transpasse os cargos e os governos, pois o que se torna lei não pode ser modificado, tem que ser cumprido. Ser deficiente e ter a oportunidade de lutar pelos nossos direitos é um privilégio pra mim”, afirmou.

Uma das presenças no evento foi a do presidente estadual da pessoa com deficiência, Marcio Castilho, que elogiou o município e encorajou aos governantes para que mais mudanças sejam feitas. “Queimados é um município jovem e é maravilhoso que aqui já se tenha a cultura de lutar pelos diretos do deficiente. Assim, o município vai garantir que este público não seja alvo de política, mas sim detentor dos direitos que devem ser assistidos pela política”. O secretário de Direitos Humanos e Promoção da Cidadania, Ribamar Dadinho, ressaltou que a missão do município é cuidar de pessoas. “O nosso prefeito Max Lemos foi enfático que todos os esforços de todas as secretarias tenham como objetivo o cuidado com gente. Por isso nosso município tem avançado na mesma velocidade estruturalmente e no zelo com os munícipes”, declarou Dadinho.

Superação desde cedo
A deficiente Solyana Coelho, que nasceu em Queimados e hoje é palestrante internacional de motivação que tem apenas 17 anos e possui má formação congênita dos membros superiores e inferiores, dividiu a sua experiência com os presentes. “Nasci com essa deficiência e tive que enfrentar muitos desafios para conseguir estudar ou sair para me divertir em shows e lugares públicos. Mesmo com toda essa dificuldade sou uma vencedora pois não permiti que meus limites me congelassem. Hoje estou no segundo período de psicologia e viajo o mundo incentivando as pessoas a correrem atrás dos seus sonhos. Espero que meu exemplo motive a muitos e permita que outros deficientes possam realizar seus objetivos”, contou Solyana emocionando os presentes no evento.

O evento contou com cerca de 100 munícipes, representando a sociedade civil, mães de deficientes e pessoas engajadas na causa. Além destes, estiveram presentes os vereadores Carlos Roberto de Moraes (o careca), Marceli Picciani e Martchelo Fulli, os secretários Elias José (Transporte), Edmilson Gomes (Ordem Pública) e o subsecretário Claudio Geraldo dos Santos (Pelé), representando a secretaria de administração. O secretário da pessoa com deficiência de Mesquita, Wellington Oliveira e Luciana Novais, assessora do conselho da pessoa com deficiência do Rio de Janeiro.

0 comentários :

Postar um comentário