Queimados ganha mais unidades habitacionais

QUEIMADOS - Para continuar o grande e árduo trabalho para diminuir o déficit habitacional no município, a Prefeitura de Queimados, através da Secretaria Municipal de Habitação, lançou, na manhã desta quarta-feira (25), a pedra fundamental e início das obras do futuro condomínio residencial Dona Ivone, na Vila São João, que faz parte do Programa Habitacional do Governo Federal “Minha Casa, Minha Vida”. Na primeira etapa das obras, serão construídas 1.200 unidades, com um investimento de cerca de 100 milhões de reais e a previsão de entrega é de 18 meses. Participaram da cerimônia, o Prefeito Max Lemos, os Secretários de Habitação do Estado, Bernardo Rossi, e o do Município, Cacau Nogueira, além de secretários e vereadores.

Com a construção destas unidades, o município chega à incrível marca de 6.258 moradias, em cinco anos de governo. Destas, 2.126 já foram entregues e 4.132 estão em construção. Durante a cerimônia, o Prefeito Max Lemos falou sobre a alegria de mais esta conquista para Queimados e o diferencial deste novo empreendimento: “Nós estamos no poder público e nosso objetivo sempre é cuidar do povo. Mais que construir casas, estamos implantando um novo conceito em habitação popular. Nós não podemos descansar e esta tem sido a marca do nosso governo. Este projeto foi desenvolvido para cinco mil unidades. Conseguimos a aprovação das primeiras 1.200 e já estamos trabalhando para a segunda etapa, que é chegar às três mil moradias”, disse.

.A primeira fase da obra beneficiará uma média de 4.800 pessoas. O Secretário Estadual de Habitação, Bernardo Rossi, afirmou ter um carinho especial por Queimados e garantiu não medir esforços para dar continuidade ao projeto do município e visa o crescimento habitacional em todo o estado: “Tenho um sentimento por esta cidade, afinal, tenho alguns familiares aqui. E estou aqui no lançamento da pedra fundamental das primeiras unidades e já vamos buscar recursos, sem medir esforços, para fazer as outras 1.800 da segunda parte do projeto. E reafirmo o meu compromisso com esta cidade. Vocês, assim como todo o Rio de Janeiro, podem contar com o secretário de habitação do Estado”, afirmou.

O projeto traz várias melhorias para a população

O Condomínio residencial Dona Ivone será construídos em três fases. A primeira já está em andamento, pois a terraplanagem do terreno para a construção das primeiras 1.200 unidades já começou. Já na segunda etapa, que tem previsão de aprovação em até 120 dias, será a construção de mais 1.800 apartamentos e por último, a conclusão do projeto totalizando cinco mil moradias. Para o Secretário Municipal de Habitação, Cacau Nogueira, o empreendimento é inovador e a população queimadense será a maior beneficiada: “As parcerias entre iniciativas públicas e privadas são benéficas, quando a visão é ir de encontro às necessidades do povo. Os governos Federal, estadual e municipal, uniram forças com o Banco do Brasil e a Ancona Engenharia, para realizar um grande trabalho habitacional e as pessoas ganharão um condomínio de última geração”, disse.

Além das unidades habitacionais, a região vai ganhar uma série de melhorias. No transporte, além de pavimentação e iluminação das ruas, o bairro será contemplado com novas linhas municipais e a construção de uma mini rodoviária para atender a nova população. Também serão construídas novas redes de água potável, de coleta de esgoto e de uma ETE (Estação de Tratamento de Esgoto). Na área da educação, as melhorias também serão muitas. A população ganhará uma Creche que atenderá 224 crianças (de 0 a 5 anos) por dia e uma escola de ensino fundamental com capacidade de atendimento de 720 alunos e outra unidade de ensino médio para 240 alunos.

Saúde e lazer para os moradores

Com as três etapas concluídas, o bairro receberá cerca de 20 mil novos moradores e o crescimento dos serviços públicos vai acompanhar a expansão populacional. A localidade vai ganhar já na primeira fase das obras, a construção de uma UBS (Unidade Básica de Saúde) e a instalação de duas equipes de Saúde da Família e outra para o atendimento de saúde bucal para atender a demanda da população, além da edificação de um CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) para receber mil pessoas por ano.

Diversas áreas de Lazer serão construídas. Para quem gosta da prática esportiva, serão construídos quatro campos de futebol society para a diversão dos desportistas. Quatro Playgrounds para a diversão das crianças e mais quatro espaços fitness, além de um parque ambiental estão no projeto e devem estar prontos já na conclusão da primeira fase.

Monitoramento de câmeras é a grande novidade

No momento em que o assunto segurança pública é destaque, a Prefeitura de Queimados prepara uma novidade para os futuros moradores do Condomínio residencial Dona Ivone. Uma central de monitoramento de Câmeras será construída e todo o complexo será alcançado. Para o Prefeito Max Lemos é mais uma inovação que visa o bem estar da população: “Nós não teremos muros aqui, para dar legalidade à presença do Poder Público. As câmeras irão dar uma tranquilidade maior aos moradores, pois qualquer incidente será gravado e ficará a disposição dos órgãos que precisarem. Mais uma novidade será a construção da primeira Subprefeitura de Queimados”, finalizou.

Mais de seis mil unidades conquistadas

O município de Queimados chega à marca de 2.126 unidades habitacionais já entregues. Já foram 1.500 unidades no bairro Valdariosa, 220 no Belmonte e 406 no São Jorge. A cidade ainda conta com 2.932 moradias em construção. No Jardim da fonte são 1.500, 392 no Eldorado e 1.040 no Fanchem. Com construção de mais 1.200 unidades, o número de moradias sobe para 6.258.


Via PMQ
26/02/2015

0 comentários :

Postar um comentário