Queimados reforma totalmente a sede Elói Dias Teixeira

QUEIMADOS - A Escola Municipal Elói Dias Teixeira comemora a fase conclusiva das obras em sua unidade. O prédio vem sendo todo reformado e será entregue em seis meses para a comunidade e alunos, o que faz parte do projeto do Prefeito Max Lemos de reformar todas as escolas municipais. Até o momento, 24 das 29 escolas já receberam investimentos de reforma, ampliação e construção. Mesmo em obras, a escola continuou suas atividades. A escola está ganhando novos espaços, como uma nova secretaria anexo ao prédio dando mais privacidade para o atendimento, uma quadra poliesportiva coberta e salas de aula com mais conforto para os discentes e docentes.

A secretária de Educação do município, professora Miriam Motta, parabeniza o esforço de toda a equipe da diretora Carla durante o processo de reforma e ampliação da unidade. “Como professora entendo todas as dificuldades do dia a dia de uma sala de aula. E com obras, as situações podem ser desconfortáveis, mas a equipe da Elói não fraquejou. A escola inteira desenvolveu suas atividades e se uniu para que as aulas acontecessem com o mínimo de prejuízo para as crianças. Parabenizo a todos por desenvolver suas funções com profundo amor e dar as crianças o seu melhor neste tempo de obras.”, concluiu.

A diretora da unidade, Carla Ventura, conta que o tempo em obras tornou a equipe escolar mais unida no objetivo de dar o melhor para as crianças. “Durante o tempo de obras nossa escola não parou e graças a nossa equipe conseguimos fazer o educandário funcionar da melhor maneira possível e levamos os anos letivos com total segurança para os alunos. Estamos com grande expectativa para 2015 pois é o ano que nossa obra será concluída e teremos um prédio novo em folha. Mas os trabalhos já começaram e ainda temos vagas abertas para matriculas escolares e para o programa Escola Aberta”, explicou.

Amor pela escola

Quem está vibrando com as melhorias é a auxiliar de serviços gerais, Auxiliadora Figueiredo, que estudou na escola quando tinha apenas 13 anos e hoje trabalha na unidade. “Estudei aqui há mais de 20 anos e quando passei no concurso público não tive dúvidas, pedi pra vir pra cá na hora, pois amo essa escola de todo o coração. E ver o prédio melhorando e a equipe unida para dar o melhor para as crianças me traz uma sensação de dever cumprido e alegria sem igual. Não havia lugar melhor para trabalhar do que na minha escola do coração”, comentou.


Via PMQ
25/02/2015

0 comentários :

Postar um comentário