Festival de artes marciais encanta munícipes e autoridades de Queimados

QUEIMADOS - O propósito dos eventos culturais e educacionais é de mostrar a genuína arte ou qualidade de determinada cultura. Para quem acredita que a China limita-se ao que já se viu em filmes de ação – como “Fúria do Dragão” (EUA/Hong Kong, 1972 - Bruce Lee, Lo Wei) –, e às pastelarias instaladas por imigrantes em inúmeras cidades brasileiras, em evidência no momento, saiba que há uma imensa e ancestral cultura que é pouco mostrada e falada hoje em dia. O I Festival de Arte Marcial Chinesa da Baixada Fluminense aconteceu na noite do último sábado, no Teatro Municipal de Queimados, teve não apenas o propósito de colocar em evidência esta vasta tradição, como também mostrar os benefícios que ela tem trazido à comunidade da terceira idade queimadense.

O festival promovido pela Prefeitura de Queimados, coordenado pela Secretaria Municipal da Terceira Idade, em parceria com a secretaria de Cultura, Educação, e a Federação de Kung Fu Kuoshu Wushu Garra de Águia do Estado do Rio de Janeiro (FKFWKGAERJ), surpreendeu autoridades e munícipes que lotaram o teatro, para vivenciar em uma noite, a encantadora arte milenar. Durante quase três horas de espetáculo, o folclore chinês foi mostrado com a Dança do Dragão e do Leão, que percorram toda a plateia com os tradicionais fantoches nas cores amarelo, dourado, azul e vermelho. O encanto também ficou por conta das apresentações de cerca de 20 instrutores de Kung Fu Tradicional, com esquetes envolvendo Defesa Pessoal Feminina, Chi Gung e Shaolin do Norte, além do Tai Chi Chuan e Lian Gong, com a apresentação de idosos que fazem parte do pólo de esporte e lazer para a terceira idade no município.

De acordo com o subsecretário municipal da Terceira Idade, Professor Amorim, a modalidade está trazendo bons frutos para os idosos que fazem parte do programa, como a Dona Maria da Glória, de 85 anos. “A práticas destes exercícios pelos idosos possibilita concentração, saúde e longevidade, ou seja, cuida da mente e do corpo. Isto mostra o cuidado que o governo Max Lemos tem com a pessoa idosa”, explica. O secretário da pasta José Alves de Carvalho – o Dequinha acrescenta: “toda essa conquista apresentada hoje evidencia que nossa maior vitória é vencer a nós mesmos e superar as próprias limitações”, destaca. O presidente da Confederação Brasileira de Wushu e Kuoshu Chinês, Grão Mestre Li Wing Kay, afirmou sentir-se honrado com o interesse da cidade em conhecer a essência de seu país. “A arte marcial vai muito além do que se vê em filmes de ação, é bom para a saúde e para a mente. É sinônimo de defesa pessoal sim, mas também de disciplina e concentração. Estes conceitos trazidos para a administração da vida ajudou nosso país a superar duas guerras”, elucida.

Uma noite de troca de homenagens

Foi uma verdadeira noite de intercâmbio entre as autoridades da China e do município. “Com certeza hoje é um marco histórico na cidade, não me lembro de receber visitas tão ilustres deste país, me sinto honrado em ser presenteado”, expôs o secretário municipal de Fazenda e Planejamento, Carlos de França Villela, representando o Prefeito Max Lemos, ao receber uma espada das mãos da representante do Consulado Chinês, professora Lily Ou Yee Fen. “Uma cidade onde se promove conhecimento, terá um crescimento sem limites”, disse a representante que também recebeu da prefeitura o Título de Cidadã Queimadense e a Medalha Darcy Ribeiro – maior comenda do município. Assim como também receberam o Grão Mestre Li Wing Kay e o Mestre Serpio, presidente da Federação, que também coordenou o evento.

Os secretários de Cultura, Marcelo Lessa; de Educação, Professora Mirian Mota; de Direitos Humanos e Promoção da Cidadania, Ribamar Dadinho; Terceira Idade, Dequinha, e a subsecretária adjunta de Obras, Gabriela Lycurgo Chernicharo, entregaram a todos os instrutores participantes, o Título de Cidadão Queimadense, entre eles o bicampeão brasileiro de Kung Fu e vice-campeão mundial em Pequim, Luiz Peçanha. O subsecretário municipal da Terceira Idade, professor Amorim, recebeu Moção de Aplausos, aprovada por votação na Câmara, pelos relevantes serviços com a pessoa idosa no município. O pai da pequena Maíra, Janse dos Santos, não hesitou em conferir a programação que ficou sabendo através da internet e levar mais conhecimento à filha. “Eu estou sempre procurando leva-la em teatro, cinema, feiras e festivais, acho importante que ela conheça diversas manifestações de cultura. Cada vez mais tem acontecido estes eventos na minha cidade. Fiquei sabendo do festival pela internet e vim, acabei me surpreendendo, mais interessante do que eu esperava”, disse.


Via PMQ
23/04/2015

0 comentários :

Postar um comentário