Queimados realiza III Conferência de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa

QUEIMADOS - Encontro definiu 15 propostas que serão apresentadas na etapa estadual.

Sob o tema “Protagonismo e Empoderamento da Pessoa Idosa – Por um Brasil de Todas as Idades”, a Secretaria Municipal de Terceira Idade de Queimados, através do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, realizou a III Conferência Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, no Teatro Municipal de Queimados. O encontro, que reuniu cerca de 200 pessoas, foi dividido em três eixos (Gestão, Financiamento e Participação do idoso) e definiu 15 propostas de melhorias nas políticas públicas da pessoa idosa. As propostas definidas como garantia de acessibilidade e padronização das calçadas da cidade, linhas de ônibus, uma van e ônibus, aumento do orçamento da Secretaria Municipal de 1% para 5% destinados para ações de direito do idoso, criação do plano municipal do idoso, cumprir o Estatuto do Idoso, regular o fundo municipal do idoso, incluir artes marciais chinesas como ação de prevenção a saúde, criação de espaços de lazer adaptados para segurança dos idosos são algumas que serão levadas para conferência estadual, que vai acontecer no mês de agosto. 

Durante a abertura do evento, o prefeito Max Lemos falou da importância do diálogo com a população através das conferências para definir melhorias nas políticas públicas em defesa dos direitos da pessoa idosa. “Nosso município cresceu economicamente e industrialmente, mas não esquecemos do mais importante: cuidar das pessoas! Prova disso, é o Centro de Esporte e Lazer da Terceira Idade, o Celti, que conta com hidroginástica com piscina aquecida, as academias ar livre e os pólos de atividade física. Todas essas unidades são importantes para oferecer uma vida saudável e com mais qualidade de vida ao nossos idosos”, disse. 

Para a o secretário municipal de Terceira Idade, José Alves de Carvalho (Dequinha), o encontro é produtivo para estabelecer as próximas diretrizes de políticas públicas que devem ser seguidas em prol da pessoa idosa. "Esse momento é para estabelecer as próximas medidas que vamos seguir para defender os direitos do idoso. Esse diálogo com a sociedade civil e os conselheiros municipais facilita, além de produtivo, é um lugar onde todos podem participar”, comentou. 
Idosos devem lutar por seus direitos 

A mesa de abertura contou com a presença do prefeito Max Lemos, do secretário municipal de Fazenda, Carlos Vilela, do secretário e subsecretário da Terceira Idade, José Alves de Carvalho (Dequinha) e professor Amorim, respectivamente, do presidente do Conselho Municipal da Pessoa Idosa (COMDEPI), José Carlos, promotora de justiça da Vara Cível e Família de Queimados, Érica Parreiras, e da presidente do Fórum Permanente da Pessoa Idosa do Rio, Delfina Carvalho Simões. A conferência contou ainda com a apresentação de Tai Chi Chuan e Lia Gong dos integrantes do grupo social professor Amorim. 

Representando o Conselho Estadual para Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa (CEDEPI), a palestrante Delfina Carvalho Simões, abordou o tema da conferência. “É importante que a pessoa idosa seja protagonista na efetivação dos seus direitos. Nosso objetivo é romper com os preconceitos de que o idoso é inativo ou incapaz. Eles são atores fundamentais no desenvolvimento de políticas publicas que os proteja”, afirmou. Ao final, foram eleitos os quatro delegados (três da sociedade civil e um governamental): Antônio Amorim Alves (SEMTI/Governo), José Carlos dos Santos (Grupo Social Professor Antônio Amorim), Cristiane Veira (Casa de repouso Lar Fabiano de Cristo) e Sérpio Oliveira Silva (Federação de Kung Fu Kuoshu Wushu Garras de Águia) e mais 17 convidados, que vão representar o município na etapa estadual.

0 comentários :

Postar um comentário