Juntos contra o mosquito

QUEIMADOS - Um dos assuntos mais comentados nas rodas de conversa no momento é a famigerada epidemia da Zika, doença "prima da dengue” - também transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti-. Com a chegada do verão e das chuvas, o tema ganha ainda mais relevância e nada melhor que a prevenção e ações de conscientização para impedir a proliferação de vírus. Pensando justamente nisso, a Prefeitura de Queimados, através da Secretaria Municipal de Saúde, promove nesta sexta-feira (4) uma grande caminhada, a partir das 9h, na Porteira, um dos bairros com os maiores índices de infestação do mosquito.

Após panfletagem qualificada no bairro, a caminhada sairá em direção à Avenida Dr. Pedro Jorge, no Centro. Agentes comunitários de saúde e de endemia visitarão residências e comércio durante o trajeto. “Diante da epidemia resolvemos entrar em uma forte campanha contra o mosquito. Acreditamos que a caminhada chama mais atenção da população para despertar o interesse pelo combate. É o poder público se mobilizando e indo para as ruas, mas é necessário que a população abrace, em cada espaço, em cada residência”, ressalta o prefeito Max Lemos.

A campanha que seguirá até o fim do verão envolve capacitação dos agentes de endemia e comunitários sobre o zika vírus, certificação das visitas residenciais, ação de carros “fumacês” em locais de determinados por estudo técnico, entre outras iniciativas de informação. No próximo dia 18, o Largo da Porteira receberá também uma ação de saúde para tirar dúvidas, pela manhã, a partir das 9h.

De acordo com a Secretária Municipal de Saúde, Dra. Fátima Sanches, o município se mantém no estágio intermediário de controle da dengue, com 1,84% da população infectada pelo vírus. “De acordo com o último Lira (Levantamento de Índice Rápido para Aedes aegypti), a Porteira é o único ponto que pede estado de alerta, mas todo o Brasil está em estado emergencial, precisamos trabalhar na prevenção. Pedimos que as famílias tomem os cuidados necessários e ao perceber os sintomas, que procurem as Clínicas da Família ou nossas Unidades Básicas de Saúde”, destaca. O disk dengue atende pelo número: 2665-3939, para denúncias de possíveis focos da doença.

Zika, o novo perigo

A relação da Zika Vírus com a microcefalia em bebês foi confirmada pelo Ministério da Saúde e anunciada em comunicado oficial no último dia 28, pedindo o reforço nos cuidados pela população, principalmente com as gestantes. Essa tem sido a maior preocupação em relação à doença, já que ela é considerada mais leve do que a dengue, porém já foram registradas 7 mortes no país – nenhum ainda foi registrado no município - . Os principais sintomas da doença são: febre intermitente, erupções na pele, olhos vermelhos, coceira e dor muscular. Para evitar a doença, o Ministério da Saúde pede que sejam realizados os mesmos procedimentos de combate ao mosquito da dengue, mas também o uso de repelente pelas gestantes.


Via PMQ

0 comentários :

Postar um comentário