Municípios da Baixada contra o Aedes aegypti

QUEIMADOS - Com os casos suspeitos de Zika na Baixada Fluminense os municípios estão em alerta. As prefeituras iniciaram ações de combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor não só da Zika, mas da dengue e da chicungunya.

Em Queimados, a operação, “Queimados contra o mosquito” intensificará serviços públicos pelos próximos dias em diferentes bairros com retiradas de entulhos, circulação de três carros fumacês, vistorias técnicas às residências. Proprietários de terrenos, imóveis e loteamentos sem uso, que geralmente acumulam água, serão notificados pela Prefeitura.

A Secretaria de Saúde de Caxias promoverá uma mobilização de combate ao mosquito nos bairros Beira Mar, Olavo Bilac, Centenário e Parque Duque.

Em Nova Iguaçu, o Dia Z contra o Zika será realizado no próximo sábado com ações em vários bairros. As denúncias podem ser feitas pelo telefone 2668-2300.

As visitas domiciliares dos agentes de saúde serão intensificadas em São João de Meriti, além de oito carros fumacês circulando todo dia nos bairros. Foram disponibilizados dois telefones para orientações: 2751-2240 e 2651-0292. A Secretaria de Serviços Públicos está cadastrando borracheiros para acabar com o descarte irregular de pneus na cidade.

Em Itaguaí, as denúncias de focos do Aedes aegypti, solicitações e dúvidas podem ser encaminhadas através do telefone 2688-2069.

Sintomas e diferenças

Dengue: Apresenta febre, dores de cabeça e pelo corpo, febre, dor atrás dos olhos, tontura, fraqueza, cansaço, perda de peso, manchas pelo corpo, náuseas e vômito. Em casos graves pode ocorrer hemorragias.

Chikungunya:Tem sintomas semelhantes aos da dengue. O vírus avança nas articulações e causa inflamações, com fortes dores, inchaço, vermelhidão e calor local.

Zika: Os sinais e sintomas são similares aos da dengue, porém mais brandos e não há hemorragia . O paciente apresenta manchas na pele, vermelhidão ocular e coceira no corpo.

Via O Dia
14/12/2015

0 comentários :

Postar um comentário