Feira da Roça de Queimados é um sucesso

QUEIMADOS - Todas as quintas-feiras a moradora do centro de Queimados, Araci Nunes, tem um encontro marcado: comprar produtos agrícolas na Feira da Roça montada na subida da Passarela que corta os dois lados do município. Assim como a dona de casa, cerca de 1,2 mil pessoas garantem os produtos colhidos nas propriedades rurais da cidade. A feira é produzida por agricultores de pequeno porte e vendido pelos próprios, o que garante um produto sem agrotóxico, fresco e com renda para os próprios produtores, já que não há intermediadores. Iniciativa da Prefeitura de Queimados, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural e Agricultura (SEDRAG), a Feira da Roça busca estimular a produção agrícola de pequeno porte da região acabando com os chamados “intermediadores” ou “atravessadores” (revendedores da produção de agricultores). A ideia da feira é fortalecer os produtores rurais com a comercialização de agroecológicos. As edições da Feira da Roça acontecem todas as quintas-feiras, das 8h às 14h.

Segundo a dona Araci, a feira ajuda a manter uma alimentação mais saudável da família. “É nítido ver, até no sabor, a diferença destes produtos com os que vêm dos sacolões. Como moro no centro, aguardo as quintas-feiras para comprar esses alimentos”, contou. Sem a utilização dos intermediários, os feirantes conseguem vender seus produtos por um preço competitivo, ou seja, um valor mais atrativo do que em outros estabelecimentos convencionais como mercados e hortifrutis, na Rua Elói Teixeira, s/n° - Centro/ Queimados (passarela sob a linha férrea).

Criada em 2011, a Associação da Feira da Roça de Queimados (AFERQ), é coordenada e estimulada pela Prefeitura de Queimados, por meio da SEDRAG. Ao longo dos anos, os 25 produtores integrantes da feira receberam cursos de capacitação e palestras voltadas para técnicas de plantio e cultivo da Emater-Rio. Segundo o coordenador da associação, Claudino Nicolau, a feira vem se tornando tradição na cidade e os números comprovam “no começo, vendíamos 50 molhos de verduras e hoje já vendemos mais de 500 por feira. Também já cativamos clientes que aguardam para comprar conosco”, o que garante renda para os feirantes e produtos livres de químicas para os consumidores.

Via PMQ
18/03/2016

0 comentários :

Postar um comentário