Replantando vidas na semana do Meio Ambiente

QUEIMADOS - Desta vez as mãos na terra não faziam parte de nenhuma brincadeira infantil. Na manhã desta sexta-feira (3), cerca de 40 alunos da Escola Municipal Luiz de Camões, em Queimados, na Baixada Fluminense, fizeram o plantio de 2 mil mudas de árvores nativas da Mata Atlântica, às margens do Rio Guandu. A ação foi realizada através da parceria entre a Prefeitura de Queimados e a CEDAE com o projeto “Replantando vida” e deu início às comemorações da semana do Meio Ambiente. A programação contará com diversas atividades até o próximo dia 10.

As crianças que participaram das atividades foram da escola municipal Luiz de Camões e plantaram mudas de árvores de 50 espécies diferentes como Ipê, Pitangueira, Goiabeira e Garapa. O projeto, idealizado pela CEDAE, usa presos do sistema carcerário para preparo e o plantio das mudas às margens dos rios Guandu e Macacu para recuperar as matas ciliares nas bacias destes mananciais, que são responsáveis pelo abastecimento de 11 milhões de pessoas da Região Metropolitana do Rio.

Os profissionais da Secretaria Municipal do Ambiente (SEMAM) ensinaram aos alunos como plantar e cuidar das árvores e também ratificaram às crianças os benefícios da manter uma comunidade arborizada, entre outras boas práticas ambientais. E quem estava empolgado com o plantio e o novo aprendizado era o menino Caique David Santos, de 8 anos. Ele levou pra casa, na ponta da língua, os ensinamentos recebidos: “Quanto mais árvores, nos temos mais oxigênio e menos poluição”, disse o menino.

A secretária municipal do Ambiente, Luciana Lins, destacou a importância de massificar nos pequenos a necessidade de cuidarmos no meio ambiente: “É bom demais ver a alegria deles em plantar uma árvore. Faz bem para todo mundo e, ensinando as crianças, a tendência é que essas práticas de multipliquem para os pais, familiares e amigos”, ressaltou. O Engenheiro Florestal da CEDAE e um dos responsáveis pelo projeto, Alan Henrique Abreu, falou sobre a mudança no local, após o plantio: “É um trabalho contínuo. Não simplesmente plantar e esquecer. Se bem cuidado, após o local receber as mudas, em três anos, as árvores já estão em um tamanho razoável e já notamos a diferença”, ressaltou.

O trabalho continua

Neste sábado (4), das 9h às 16h, o projeto “Ambiente Itinerante” chega aos moradores do condomínio Ulisses Guimarães, do programa “Minha Casa Minha, Minha Vida”, no bairro São Jorge. Já no domingo (5), que é comemorado o Dia Mundial do Ambiente a equipe da SEMAM vai abordar no bairro Tricampeão, local onde fica o Parque Municipal do Morro da Baleia, sobre o perigo das queimadas na localidade. Haverá também distribuição de panfletos e brindes para a conscientização da população. Na segunda feira (6), será a vez dos alunos do CIEP Sebastião Pereira Portes (341), no bairro Glória. Eles irão participar de um passeio ecológico pelo jardim botânico da Universidade Federal Rural, em Seropédica. Após, o professor Carlos Domingos da Silva irá bater um papo com os estudantes e falar sobre os impactos ambientais.

Na terça (7) e quarta (8), a programação traz novamente o programa Ambiente Itinerante, desta vez na sede da SEMAM, no bairro Fanchen (das 9 às 12h), e na Escola Municipal Ana Maria Perobelli, no Centro (das 8h às 20h), respectivamente.

Via PMQ
04/06/2016

0 comentários :

Postar um comentário