Ministro da Saúde defende aumento de planos de saúde depois dos 60 anos

O ministro da Saúde, Ricardo Barros Foto: José Cruz/Agência Brasil SAÚDE - O ministro da Saúde, Ricardo Barros, defendeu nessa quinta-...

O ministro da Saúde, Ricardo Barros
Foto: José Cruz/Agência Brasil
SAÚDE - O ministro da Saúde, Ricardo Barros, defendeu nessa quinta-feira, 5, a mudança na regra que impede o aumento de planos de saúde depois dos 60 anos. Na avaliação de Barros, em vez de proteger, a norma expulsa pessoas mais velhas da saúde suplementar. "Da forma como está não está funcionando", disse, depois de uma reunião do Conselho Nacional de Saúde. "A regra foi criada para proteger, mas na prática, acaba expulsando o idoso", avaliou.

A proposta de alteração dessa regra, permitindo um escalonamento dos valores das mensalidades depois de 60 anos, integra o relatório sobre a reformulação da Lei de Planos de Saúde, que tramita em regime de urgência na Câmara dos Deputados. A previsão é de que a proposta final seja lida no início do próximo mês para a comissão especial criada para avaliar o assunto. 

As linhas gerais de mudança já foram apresentadas pelo relator, deputado Rogério Marinho. Elas foram duramente criticadas por entidades ligadas ao direito do consumidor e especialistas em saúde. 

O Idec, por exemplo, classificou as propostas de mudança como um retrocesso às regras atuais. Para a professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Lígia Bahia, as propostas atendem apenas as demandas das operadoras de planos de saúde. 

Barros afirmou ter se encontrado com o relator do projeto nesta semana e defendeu mudanças de pontos que, em sua avaliação, representam problemas nas regras atuais. Em seu discurso, chancelou todas as ideias do relator. 

Além da barreira da mudança no valor da mensalidade depois dos 60, prevista na lei de idoso, o ministro citou a questão dos reajustes de planos individuais. "Da forma como está, esse tipo de plano saiu do mercado", observou. Pelas regras atuais, o reajuste é determinado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar. Os porcentuais de aumento geralmente são baixos, o que acabou levando operadoras a deixarem de ofertar tal formato. A saída foi criar estratégias para que os consumidores ingressassem em planos empresariais "falsos coletivos", com regras mais frouxas. 

Para especialistas em direito do consumidor, a alternativa não é reduzir as exigências de planos individuais para garantir o retorno desse formato, mas regular de forma mais clara e impedir abusos dos aumentos de planos coletivos. 

Barros defendeu ainda a redução de multas aplicadas contra operadoras de saúde e a forma como é hoje realizado o ressarcimento de atendimentos feitos a usuários de planos na rede pública de saúde e a criação de planos acessíveis. 

"Entendemos com absoluta clareza que o SUS é direito de todos os cidadãos", disse. "Mas a Constituição fala no limite da capacidade contributiva do cidadão, o que leva também a uma capacidade limitada para atender as demandas." 

Repetindo os argumentos que apresentou desde que tomou posse, Barros afirma que quanto mais pessoas estejam na saúde suplementar, menor será a pressão no SUS e, assim, maior a garantia de acesso "rápido" ao sistema. "Quanto mais pudermos ter brasileiros que tenham plano, mas acesso podemos dar àqueles que não têm recursos para ter o plano. É questão matemática, de oferta e de acesso." 

A professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Lígia Bahia, rebateu o argumento. Ela observou que a experiência do Brasil desmente a ideia de que quanto mais pessoas com planos de saúde, maior o acesso da população ao SUS. "Planos mais baratos, de cobertura reduzida, não resolvem. Eles cobrem consulta, mas na hora de procedimentos mais caros essa pessoa vai procurar o SUS, porque o plano não oferta o procedimento", observou. 

O deputado Hiran Gonçalves (PP-RR), presidente da comissão especial criada para avaliar a reforma da Lei de Planos de Saúde, disse ser também favorável a todas as ideias apresentadas pelo relator. Uma das propostas, disse, é incentivar planos a ofertar a seus clientes ações de prevenção de doenças, promoção da saúde e vacinação. Ele não explicou como seria a oferta de vacinas e como isso poderia ser feito em harmonia com o programa de imunização do SUS. 

Nesta quinta, o Conselho Nacional de Saúde aprovou uma recomendação para que seja retirado o regime de urgência do projeto. Para conselheiros, é preciso ampliar os debates sobre o tema e sobre as propostas feitas até agora. Na avaliação do conselho, as ideias apresentadas fragilizam ainda mais as regras atuais. "É inexplicável a votação em regime de urgência, com votação prevista no Plenário da Câmara para o mês que vem. Assim como é vergonhoso e irresponsável esse desmonte do Estado", avalia o presidente do CNS, Ronald dos Santos. Com informações do Estadão Conteúdo.



Fonte: noticiasaominuto.com.br



COMENTÁRIOS

Nome

Abuso Sexual,1,Ação Social,12,Acessibilidade,4,Acidente,15,Acontecimentos,14,Adoção,2,Adote um amigo,2,Aedes Aegypti,2,Aeroclube,1,Aeronáutica,1,Agressão,3,Agricultura,2,Água,4,Aids,2,Alagamento,14,Alagamentos,1,Alerj,2,Aluguel Social,2,animais,2,aniversário,2,Aniversário da Cidade,1,Aniversário de Queimados,2,Ano Letivo,1,Anthony Garotinho,1,Anvisa,1,aposentado,2,Arco Metropolitano,1,arrastão,1,Artesanato,4,Assalto,21,Assassinato,4,Assistência Social,12,Austin,1,Bairro Ponte Preta,2,Baixada Fluminense,1012,Belford Roxo,7,BiblioSesc,1,Bilhete Único,1,Bolsa Família,3,brasil,17,Brasília,1,briga,1,CAC,2,caixa econômica,1,Caixa Econômica Federal,2,caixa eletrônico,1,Campeonato Carioca,1,Capacitação,1,Capoeira,2,Caps,1,Carlos Vilela,2,Carnaval,11,Casa do Artesão,1,CBM Oliveira Freire,1,CCR Nova Dutra,6,CEAM,1,CEDAE,11,Cefet,1,Celti,4,CEO,1,Chacina,1,Chacina da Baixada,1,Chuva,18,Chuvas,5,Cidadania,63,Cinema,4,Circo Volante,1,Clínica da Família,2,CMDCA,2,Colégio Militar,1,Coleta de Lixo,1,Coleta de Óleo,1,Combate à Exploração do Trabalho Infantil,1,Comida,1,Comunicação,6,Comunidade da Charrete,1,Concurso,5,Concurso Público,9,Conferência de Saúde,1,Conferência dos Direitos da Criança e do Adolescente,1,Conselho Tutelar,5,Corpo de Bombeiros,4,Correios,4,Corrida,1,Corrupção,3,CPA,1,Cras,2,Crime,8,Crime contra o idoso,1,Crime Sexual,1,Cultura,82,Curso,10,cursos,2,Defesa Civil,16,Defesa Civil de Queimados,3,Deficiência,1,Dengue,2,Desaparecido,4,Desenvolvimento,1,Desfile Cívico,3,Detran,3,DHBF,80,Dia D,1,Dia das Crianças,1,Dia do Trabalhador,1,Dia Internacional da Mulher,1,Direitos Humanos,4,Distrito Industrial de Queimados,1,Doação,2,Doação de Sangue,2,Doações,1,DST,2,Duque de Caxias,5,Dutra,4,Ebola,1,Economia,78,Eduardo Cunha,1,Educação,117,Educação Municipal de Queimados,1,EJA,3,Eleição,1,Eleições,9,Eleições 2014,1,Eleições 2016,1,Eleições 2018,3,Empreendedorismo,2,Empreendimento,1,Emprego,20,Energia,3,Engenheiro Pedreira,1,Escola Municipal Batista,1,Escola Municipal Professor Alberto Pirro,2,Esporte,56,Estado de emergência,3,Estupro,1,Evento,3,Exploração Sexual,1,Exposição,1,Faetec,7,Falta de água,2,Febre Amarela,1,Feira da Roça,1,Feminicídio,1,Feriado,9,Feriados,1,Festa,3,Festa Junina,1,FGTS,5,FIA,1,Fies,1,FIRJAN,7,fiscalização,6,FUNDEB,1,Futebol,2,Futsal,1,fuzil,2,Gastronomia,1,GLBT,1,Golpe,1,Governador,3,Grávida,1,Greve,5,Guandu,2,Guarda Municipal,1,guerra do tráfico,1,há vagas,1,habitação,7,HDBF,1,HIV,2,Homenagem,1,Homicídio,137,Horário de Verão,3,Idoso,7,Imposto,3,Imposto de Renda,2,Inclusão Social,2,Industria,2,indústria,1,Informação,1,Infraestrutura,1,Inss,1,internet,2,IPTU,4,IPVA,2,Iran Lemos,1,Itaguaí,1,Japeri,3,Jogos da Baixada,1,Jovem Aprendiz,2,Judô,1,Justiça,3,Justiça Eleitoral,1,Kickboxing,1,Lazer,15,Leilão,3,LGBT,4,LGBTI,1,Libras,1,Light,11,Limpeza Urbana,3,Linha Vermelha,1,Lojas Americanas,2,Manifestação,1,Manutenção,1,Manutenção da Light,4,Marcelo Fernandes,1,Max Lemos,4,Meio Ambiente,32,Mesquita,10,Milícia,10,Minha Casa Minha Casa,2,Minha casa minha vida,3,Ministério Público,1,Mobilidade,1,mobilidade urbana,2,Moda,2,Moradia,1,morte,16,motos apreendidas,1,MotoTáxi,2,Mulher,3,Música,1,NAE,1,Nilópolis,2,Nova Dutra,1,Nova Iguaçu,38,Obras,16,Obras da Cidade,1,Obras da Prefeitura,3,Oi,1,Ônibus,2,Operação Baixada Segura,1,Operação Brasil Integrado Rio,1,Operação Tapa-buracos,1,oportunidade,2,Outubro Rosa,2,Ovni,1,PAC,1,Palestra,3,Passagem de ônibus,1,Pedofilia,1,Petrobras,1,Pezão,1,PIS/PASEP,3,PMDB,1,PMERJ,1,PMQ,6,Polícia,436,Polícia Civil,42,Polícia Federal,5,Polícia Militar,6,Polícia Rodoviária Federal,1,Política,41,Ponto Facultativo,2,Pre-carnaval,1,Prefeito,1,Prefeitura de Queimados,8,Prejuízos,2,Previdência,1,PREVIQUEIMADOS,7,PRF,6,prisão,49,Procon,1,Proeis,1,Proerd,1,Professores,2,Programa mais médicos,1,Programa Minha Casa Minha Vida,1,Programa Nova Fronteira do Plástico,1,Programa Trainee 2016,1,Pronatec,2,Protesto,5,PSE,1,Queimado,2,Queimados,1156,RCB,1,Receita Federal,2,rede municipal de ensino de Queimados,1,REDEC-2,1,Religião,1,Rio,1,Rio Claro,1,Rio de Janeiro,6,Roda de Conversa sobre segurança LGBT,1,Rodovia Presidente Dutra,2,roubo,30,Roubo de Carga,1,salário,5,SAMU,1,Saneamento,10,Saneamento Básico,1,São João de Meriti,2,São Jorge,1,saúde,131,Secretaria de Educação de Queimados,1,secretário de obras,1,Sedrag,1,Seeduc,1,Segurança,21,Segurança Presente,1,Semana da Pátria,1,SEMAS,2,SEMDHEPROC,1,Semti,1,SEMUS,1,Semustran,2,Senac,5,Senai,1,SEOBRAS,1,Sequestro,3,Serasa,1,Seropédica,1,Serviços da Prefeitura,1,Servidores,1,Show,13,Solidariedade,1,Suicídio,1,SuperVia,5,SUS,1,Teatro,10,tecnologia,7,Terceira Idade,4,TopShopping,1,trabalho,4,Tráfico de drogas,56,Trânsito,7,Transporte,18,Trânsporte,1,TSE,1,Turismo,3,Urbanismo,2,Vacinação,4,vagas,3,veículos apreendidos,2,Veloterra,1,Via Dutra,2,Vigilância Sanitária,4,Vila Olímpica,3,Vila Olímpica de Queimados,1,Violência,4,whatsapp,4,Zika Vírus,1,
ltr
item
Notícias de Queimados: Ministro da Saúde defende aumento de planos de saúde depois dos 60 anos
Ministro da Saúde defende aumento de planos de saúde depois dos 60 anos
https://3.bp.blogspot.com/-dBfd5kvRcz0/Wdd0e2kvdvI/AAAAAAAArAg/TYQv6JxN4-AHVeGBgs8OLRsqXgxTqjzUACLcBGAs/s640/1.jpg
https://3.bp.blogspot.com/-dBfd5kvRcz0/Wdd0e2kvdvI/AAAAAAAArAg/TYQv6JxN4-AHVeGBgs8OLRsqXgxTqjzUACLcBGAs/s72-c/1.jpg
Notícias de Queimados
https://www.noticiasdequeimados.com/2017/10/ministro-da-saude-defende-aumento-de.html
https://www.noticiasdequeimados.com/
https://www.noticiasdequeimados.com/
https://www.noticiasdequeimados.com/2017/10/ministro-da-saude-defende-aumento-de.html
true
6013695855522903581
UTF-8
Carregando todas as postagens Não foi encontrada nenhuma postagem VER MAIS Leia mais Resposta Cancelar resposta Excluir Por Início PÁGINA POSTAGENS Ver tudo RECOMENDADO PARA VOCÊ RÓTULO ARQUIVO SEARCH TODAS AS PUBLICAÇÕES Não encontrou nenhuma postagem com seu pedido Voltar Início Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago Há mais de 5 semanas Seguidores Segue ESTE CONTEÚDO PREMIUM ESTÁ BLOQUEADO PASSO 1: Compartilhar em uma rede social 45/5000 PASSO 2: Clique no link da sua rede social Copiar todo o código Selecionar todo o código Todos os códigos foram copiados para a área de transferência Não é possível copiar os códigos / textos, por favor, pressione [CTRL] + [C] (ou CMD + C com Mac) para copiar Tabela de Conteúdo