Formatura do Proerd em Queimados

No mesmo dia, a escola se reuniu para realizar sua festa julina
QUEIMADOS - Alunos dos primeiros anos da Escola Oscar Weinschenck se reuniram na tarde desta sexta (03) para receberem seus certificados de formandos do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd). O programa é uma iniciativa da Polícia Militar do Rio de Janeiro em parceria com a Prefeitura de Queimados, através das escolas da rede pública de ensino e família de jovens carentes. O objetivo é oferecer atividades didáticas prevenindo o uso de drogas e a violência entre crianças. No próximo dia 8 de julho se reunirão no Teatro Municipal mais de 800 alunos do 5º ano de 15 escolas que vão receber o diploma de conclusão do curso, a partir das 9h.

A implantação do Programa Educacional no Rio de Janeiro, em 1992, foi fruto do interesse da Polícia Militar em realizar um projeto de prevenção voltado especialmente para a população jovem, sobre as drogas, seus principais problemas e consequências. Para atuarem no programa, policiais instrutores passam por um processo de seleção, e os aprovados recebem um treinamento especial que inclui habilidades de comunicação e noções de técnicas de ensino, além de aulas de psicologia, dinâmicas de grupo, informações sobre as drogas e relações interpessoais. O sargento Marcos da Silva, explica como o programa é realizado em Queimados. “Eu e mais dois companheiros do batalhão realizamos durante cinco meses o curso em 17 lições instruindo sobre o perigo das drogas”, salientou.

A secretária de Educação de Queimados, Miriam Motta, ressaltou a importância de manter as crianças livres das drogas o quanto antes. “Com o Proerd as crianças estão tendo a oportunidade de conhecer prematuramente os efeitos e consequências devastadoras das drogas. Com a implantação do Programa, nossas crianças tem se tornado verdadeiros soldados no combate às drogas. Dessa forma, atingimos o objetivo traçado pelo nosso prefeito Max Lemos, que é o de cuidar da nossa população”, enfatizou Miriam.

Mamães aprovam

Quem sentiu a diferença nas filhas em casa foi Débora Cristina, mãe das alunas Sara Vitória e Elen Cristina, que corrigem e orientam em todo o tempo os familiares em casa. “É incrível como o curso afetou as meninas que ficam nos orientando ao atravessar as ruas ou quando falamos com estranhos. Pra mim é super importante, pois nos auxilia na educação dos nossos filhos e em orientar para a prevenção de perigos, principalmente hoje em dia, que vivemos em uma sociedade tão difícil e perigosa. Toda a ajuda é bem-vinda e faz diferença no futuro das crianças”, contou.

Festa julina

Logo após a formatura, as crianças emendaram nos festejos de São João, onde toda a escola se reuniu com danças, roupas e comidas típicas para propor entretenimento aos pais e alunos, como explicou Zilma Padinho. “Hoje estamos em festa, primeiro formamos as turmas do Proerd e agora vamos brincar e nos divertir com nossa festa julina, que além de proporcionar entretenimento para as famílias ainda arrecada fundos para proporcionarmos aos alunos o dia das crianças. As crianças, pais e professores vieram a caráter e estão lindos! Estamos todos felizes e nossas crianças estão de parabéns”, concluiu.


Via PMQ
06/07/2015

0 comentários :

Postar um comentário