Temas previdenciários serão debatidos em Queimados


QUEIMADOS - Você sabe em quanto tempo pode se aposentar? O que terá direito após a concessão do benefício? Ou até mesmo sobre a polêmica PEC da bengala que agitou os bastidores de Brasília? Não faz ideia? Uma boa oportunidade para tirar essas e outras dúvidas relacionadas à aposentadoria será possível durante a realização da “Tarde do Saber”, evento que será promovido gratuitamente pelo Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Queimados (PREVIQUEIMADOS), no próxima terça-feira (27), a partir das 14h, no Teatro Marlice Margarida da Cunha (Av. Vereador Marinho Hemetério de Oliveira, s/n, Pacaembu). 

O ponto alto da atividade será a palestra ministrada pelo Procurador Federal e especialista em assuntos previdenciários, André Oliveira. O evento terá ainda a participação servidores públicos e representantes da sociedade civil, entre eles: Juízes da Comarca de Queimados, promotores e defensores públicos, membros da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), além de alunos dos cursos de direito das universidades locais.

De acordo com o Diretor-Presidente do PREVIQUEIMADOS, Marcelo Fernandes, o encontro tem por objetivo esclarecer as atuais discussões no congresso quanto às mudanças previdenciárias, sejam elas pertinentes aos RPPS (Regime Próprio de Previdência Social) ou RGPS (Regime Geral de Previdência Social). “Existe uma necessidade de trazer para a população e servidores concursados esclarecimentos sobre as mudanças que podem vir a acontecer e as que já ocorreram”, afirma. 

Os interessados em participar do evento podem se inscrever antecipadamente através do email: previqueimados@queimados.rj.gov.br. Entre os diversos temas que serão abordados estará a polêmica “PEC da Bengala”, que propõe estender a aposentadoria compulsória de 70 para 75 anos. Atualmente, só os membros do Supremo podem usufruir do benefício. O encontro tem o apoio da AEPREMERJ (Associação das Entidades de Previdências dos Municípios do Estado do Rio de Janeiro) e patrocínio da Caixa Econômica Federal de Queimados.

Via PMQ
26/10/2015

0 comentários :

Postar um comentário