Uma união em favor do artesanato

QUEIMADOS - O pontapé inicial para a criação da Federação dos Artesãos do Estado do Rio de Janeiro foi dado em Queimados, nesta segunda-feira (21). É que o Centro de Esporte e Lazer da Terceira Idade do município (Celti), recebeu a visita da presidente da Confederação Nacional da categoria, Isabel Gonçalves e da subsecretária de Estado de Turismo, Néia Mariozz. Elas participaram do encontro de capacitação promovido pela prefeitura local, em parceria com o Governo do Estado, que teve por objetivo explicar as normas e procedimentos necessários para os profissionais do segmento se organizarem enquanto federação em todo o Estado e, assim, facilitar, por exemplo, a participação em congressos nacionais, eventos e feiras do ramo.

O encontro contou com a presença de cerca de 200 artesãos. Além de Queimados, município sede, também participaram da atividade, profissionais do Rio de Janeiro, Nova Iguaçu, Belford Roxo, Japeri, Paracambi, Seropédica, Itaguaí e Mangaratiba. Já entre as autoridades, estavam presentes o prefeito Max Lemos, o prefeito eleito Carlos Vilela, os vereadores Marcelo Lessa e Elerson Leandro e a Secretária Municipal de Esporte e Lazer, Izabelle Ferrão.

O município de Queimados conta com 240 artesãos cadastrados. Entre as conquistas obtidas pela categoria estão a realização da feira de artesanato que acontece todos os sábados, das 9h às 16h, na Praça Nossa Senhora da Conceição, no Centro e os cursos e oficinas de capacitação que são oferecidos gratuitamente na sede da Associação de Artesãos de Queimados (ADPARQUES), no bairro São Roque.

Segundo o prefeito Max Lemos, as conquistas não vão parar por aí. “Vamos construir uma casa do artesão ao lado do Corpo de Bombeiros para que os profissionais possam expor e comercializar os seus produtos. A planta foi elaborada por técnicos do Estado e estamos buscando os recursos para iniciar a construção”, afirmou Lemos, que ainda antecipou que o município vai promover entre os dias 15 e 17 de dezembro uma feira com mais de 100 expositores na Praça Nossa Senhora da Conceição, no Centro, das 13h às 21h.

Comercialização de produtos e capacitação

De acordo com a presidente da ADPARQUES, Neurisete da Silva, o projeto da Casa do Artesão consiste num prédio de dois andares, onde o primeiro terá uma loja para a comercialização dos produtos e o segundo para a realização de cursos e oficinas de capacitação. Ela ressalta a importância da criação da Federação Estadual para o segmento. “Toda ação que queremos trazer para o Estado e para os município é dentro do congresso nacional que é decidido. Precisamos agora juntar mais cidades e reunir as documentações para darmos legalidade ao nosso sonho”, frisou.

A Presidente da Confederação Nacional dos Artesãos, Isabel Gonçalves, que recebeu das mãos do vereador Marcelo Lessa o título de cidadã queimadense, ressaltou que o artesão brasileiro é um importante agente de produção nas áreas cultural e econômica, gerando empregos e contribuindo para a identidade regional. “A luta tem que começar na base municipal e esse passo estamos dando aqui, agora é se organizar e ir à luta”, concluiu.

Via PMQ

0 comentários :

Postar um comentário