Menina é sequestrada pelos tios e mãe vive 14 dias de angústia

QUEIMADOS - Há 13 dias, a diarista Rosilene Bento, de 24 anos, vive uma angústia. A fiha, de apenas 4 anos, foi sequestrada pelos tios da menina, no bairro Vila Tinguá, em Queimados. O caso, registrado pela mãe como subtração de incapaz, está sendo investigado pela Delegacia de Polícia do município (55ª DP).

De acordo com relatos da mãe, no dia 22 de agosto, o casal suspeito do crime, identificado como Carlos Alberto, conhecido como Manteiga, e Adriana, ex-cunhados de Rosilene, esteve na casa da família com a intenção de levar a menina Ana Clara para uma festa no bairro Nossa Senhora de Fátima, e não devolveu mais.

CASAL MUDOU DE ENDEREÇO NA ILHA

Após algumas ligações para a dupla e sempre ouvir desculpas, Rosilene foi à polícia e uma viatura a acompanhou até a casa dos ex-cunhados, na Ilha do Governador, na Zona Norte do Rio. Para desespero da mãe, ao chegar ao local a casa estava vazia.

Segundo Rosilene, o ex-cunhado ligou para ela de um telefone com número restrito, afirmando que Ana Clara foi levada com a autorização do pai, que reside em Japeri. Quando ligou para o ex-marido, ele teria confessado seu envolvimento no sumiço da menina.

Cartazes espalhados até em redes sociais


Desesperada, ela espalhou cartazes com a foto da menina pelas ruas de Queimados e em redes sociais. A mãe contou à polícia que o casal sempre levava a menina para passear e até ficar alguns dias na casa dos tios.

A polícia espera hoje o comparecimento do casal para a entrega da menina. Rosilene, que tem mais três filhos, disse que o casal sempre quis tirar a filha dela.

“Eles disseram por telefone para o delegado que querem pedir a guarda da menina para eles, mas ele disse que até lá, a menina tem que ficar comigo. Mas até agora não me trouxeram minha filha e nem atendem telefone mais. Estou desesperada”, desabafou. jovem.



Via Jornal Hora H
Por Antônio Carlos
05/09/2014

0 comentários :

Postar um comentário